Solicite uma compensação pela sua lesão na Aegean Airlines

Fundada em 1987, a Aegean é uma companhia aérea que transporta mais de três milhões de passageiros todos os anos para e de seu centro de Atenas - Eleftherios-Venizelos, na Grécia.

Quer este seja um cancelamento, um excesso de reservas ou um atraso com a Aegean, tem direito a uma indemnização desta companhia aérea da UE.

A ser defendido por juristas? minimize custos e ganhe a paz de espírito

Entre em contato com escritórios de advocacia online? Você não será pego pela mão, mas sim contatado remotamente pelos conselheiros, através de uma linha telefônica ou de um e-mail solicitando que você lhes envie seus dados de contato e qualquer informação importante sobre sua viagem de avião (referência). número de reserva, número de lugar, ...) que eles podem executar o processo judicial contra a sua operadora.

Como um subsídio pode ser avaliado

Apenas um fator pode determinar o valor ou a quantidade a que se tem direito em caso de lesão, é a distância do vôo que pode ser:

< 1500 Km => 250 €
≤ 3500 Km => 400 €
> 3500 Km => 600 €

Reivindique seus direitos preenchendo o formulário abaixo em inglês:

Vôo atrasado

Um simples atraso em um vôo é suficiente para provocar a indignação dos passageiros no aeroporto. Então, o que você acha de atrasos que duram várias horas?

Como os vôos atrasados ​​podem ter o mesmo impacto sobre os viajantes que os vôos cancelados, eles merecem ser compensados
A remuneração definida e imposta pela legislação da UE, os operadores aéreos da UE cujos Aegea, é pago na forma de uma soma de dinheiro a ser pago por cheque ou transferência bancária.

O texto comunitário dá lugar a uma compensação monetária no caso de um atraso de pelo menos três horas, a menos que o transportador tenha estado em situação de força maior. Por exemplo, seu avião foi desviado após colidir com um pássaro, sofreu uma tempestade grave, ...

Voo cancelado

Por causa de uma greve, centenas de vôos programados pela companhia aérea nacional podem ser cancelados? Se a sua conexão tiver sido afetada por uma ação de ataque dos pilotos ou pela tripulação de voo comercial de sua companhia aérea, não há dúvidas de que você tem direito a compensação.

Descobrir que seu vôo não vai decolar, os passageiros podem esconder a sua ras-de-tigela, eles pedem o pessoal para sua empresa para encontrá-los rapidamente outro vôo para chegar ao seu destino o mais rápido possível.

Em caso de cancelamento, a preparação de um voo de substituição pode demorar várias horas. Se nenhuma notícia é comunicada aos passageiros cinco horas depois da hora programada de partida, eles podem aplicar voluntariamente cancelar os seus voos e ser reembolsado de todos os seus bilhetes de avião.

No entanto, milhares de passageiros cancelados não sabem que têm direito a compensação se a sua decolagem de vôo não é feita no prazo de cento e oitenta minutos depois da hora prevista de partida.

Overbooking

As recusas de embarque causadas por overbooking também são cobertas pela compensação.

A companhia aérea pode negociar com a compensação de alguns passageiros se eles concordarem em sair do avião sem criar conflitos.

Com efeito, mesmo que os passageiros com excesso de reservas fossem adquiridos pela Aegean Airlines e aceitassem a indemnização que lhes oferecia no aeroporto, isso não muda nada porque ainda têm o direito de pedir uma indemnização ao seu operador de 250 euros. 400 ou 600 euros.

Perda da Conexão

Ao viajar em um vôo de duas rotas, a pessoa nunca garante a chegada a tempo do destino final.

As partidas perdidas são agradecidamente compensáveis. Para ser elegível, o seu voo (de substituição) deve ser atrasado por três horas à chegada.

2 thoughts on “Aegean Airlines

  1. Ex.mos Senhores
    Acabo de chegar de uma viagem que fiz ao Egipto, com a minha esposa, previamente programada para o período de 13 de Outubro a 24 de Outubro. Para a compra dos bilhetes de avião, socorri-me dos vossos serviços, uma vez que tinha informações positivas sobre a GOTOGATE. Os documentos de viagem recebidos da Gotogate, no momento da reserva e da efectivação do respectivo pagamento, apresentavam a AEGEAN como entidade aérea transportadora em toda a viagem.
    No entanto, a viagem não foi efectuada sem sobressaltos. Passo a expor:

    Após efectuado o Check-in online, a AEGEAN emitiu os respectivos BOARDING PASS :
    Moreira Carlos Mr.
    Booking reference SQS4NX
    Porto – Atenas – Fligt A3 725, Seat 21B, Departure 23.50, Arrival 05.40, Classe Aegean Economy, Ticket Number 3902021792350 (dia 13 de Outubro)
    Atenas – Cairo – Fligt A3 932, Seat 16B Departure 07.20, Arrival 08.20, Classe Aegean Economy, Ticket Number 3902021792350 (dia 14 de Outubro)
    Carvalho Maria Ms.
    Booking reference SQS4NX
    Porto – Atenas – Flight A3 725, Seat 21A, Departure 23.50, Arrival 05.40, Classe Aegean Economy, Ticket Number 3902021792351 (dia 13 de Outubro)
    Atenas – Cairo – Flight A3 932, Seat 16C Departure 07.20, Arrival 08.20, Classe Aegean Economy, Ticket Number 3902021792351 (dia 14 de Outubro)
    Devido à tempestade tropical que se abateu em Portugal, no dia 13 de Outubro, o voo de partida foi cancelado por 24.00 horas.
    Assim, ao refazer o Check-in na transportadora AEGEAN, na noite de 14 de Outubro, foram-me dados 3 (três) bilhetes, em substituição dos dois que estavam programados:
    – Porto-Atenas: (Flight A3 725, Departure 23.50), – Atenas –Istambul e Istambul – Cairo.

    O Voo para Atenas decorreu conforme estava programado.
    No entanto, em Atenas, o funcionário do aeroporto de Atenas, no momento do check-in, voltou a dar-me novos bilhetes para Istambul e dali para o Cairo, desta feita, na companhia TURKISH AIRLINES.
    Atenas-Istambul : Flight 1850, date: 15 Outubro, Hora: 15.30
    Istambul-Cairo: Flight 0736, Date: 15 Outubro, Seat 33A (Carlos Moreira) e Seat 33B (Carvalho Maria). O Bording Time estava marcado no Bilhete para as 00.05.

    Imediatamente, após a chegada ao Aeroporto de Istambul, consultei um dos funcionários dos boardings pass para que hora estava previsto o voo para o cairo, ao que ele me retorquiu, observando o bilhete que eu exibia, que tal voo seria apenas efectuado pelas 08.00 AM, do dia seguinte (16 de Outubro).

    Aguardei o voo, passando a noite no aeroporto com a minha esposa. No entanto, pela volta das 02.00 AM, constatando que o número de voo não constava das informações dos painéis das departures, dirigi-me à Turkish Airlines para saber o que se passava.
    Olharam para o meu bilhete e disseram-me que não havia nenhum voo com aquele número.
    Dada a minha insistência, enviaram-me para uma série de gabinetes da companhia (um a seguir ao outro até chegar novamente ao primeiro), que não resolviam o problema. Por fim, viraram-me as costas advertindo-me que não fosse mais ali para reclamar a viagem para o Cairo.
    Apenas reiteravam que a única solução que eu dispunha seria a de comprar novos bilhetes, se quisesse chegar ao Cairo.
    Não tive outra solução do que fazer isso. O custo dos dois bilhetes de Istambul para o Cairo foi de 920,89 €uros (oitocentos e oitenta e nove euros), conforme informação da minha conta Montepio Geral:
    2018-10-19 2018-10-19 COMPRA THY-DIS HAT SATIS OF
    -920,89

    Achei inconcebível o que me fizeram. E considero que a responsabilidade de toda esta confusão é da GOTOGATE e AEGEAN, entidade em quem confiei para efectuar as minhas férias.
    Assim, venho expor a V. Ex.as a situação para que possam avaliar do meu prejuízo e assumir plena responsabilidade perante a situação.

    Mais informo que as minhas perdas são, grosso modo,:
    • Gastos de transporte na noite de 13 para 14 de Outubro no regresso a casa (Braga) para passar a noite e retornar na tarde do dia seguinte;
    • Alimentação nos dois dias que tive que passar nos aeroportos;
    • Pagamento de 2 noites do hotel do Cairo (que fui obrigado a pagar) e que não desfrutei;
    • Custo dos bilhetes a que fui obrigado a pagar em Istambul (920,89 €uros, uma vez que foram considerados como inválidos os bilhetes que a Aegean do aeroporto de Atenas me disponibilizou.

    Assim, fico a aguardar uma resposta de V-. Ex.as sobre este assunto. Se a mesma não for concordante com o direito que me assiste, equacionarei a entrega deste assunto ao meu advogado, sem prejuízo de outros procedimentos que julgue adequados na defesa do direito a ser ressarcido moral e materialmente.

    Apresento os meus cumprimentos.

    Carlos Carvalho Moreira

    PS:
    1. Disponho de competente documentação sobre o assunto exposto, pelo que disponibilizarei cópias no caso de considerarem conveniente.

    2. Os funcionários da Turkish Airlines (aeroporto de Istambul) que insistiram para que eu pagasse novas passagens de Istambul para o Cairo, referindo que os que me tinham sido fornecidos em Atenas não tinham validade, por estarem errados e viciados, foram o Sr. Mustafa e o Sr. Setail.

  2. Com a finalidade de ser ressarcido pelas moléstias causadas pela funcionária que chefiava o boarding do Avião da AEGEAN em Atenas para o voo A3702 de 01NOV às 12:35 e que deveria partir às 13:05 e partir cerca de 1 hora de atraso que originou o atraso consecutivo do voo seguinte TP1003 01NOV às 16:10 de boadingr, venho reclamar, principalmente, do seguinte:

    1º Estava possuidor de dois BOARDING PASS em meu nome RUI RAMALHOSA e outro da minha esposa TERESA RAMALHOSA, para o voo A3702 de Atenas a Madrid com os assentos em chek-inn 11D e 11E. A funcionário barrou-nos o caminho dizendo, em primeiro lugar que a minha esposa não sabia falar inglês e não podia estar nesses lugares. Quando cheguei junto disse-lhe que eu falava fluentemente inglês, francês, espanhol e portugues se necessário e que a minha esposa entendia e falava inglês essencial. Como não pode ser por essa via disse, definitivamente que os lugares tinham passado para outros clientes, por venda dos lugares já reservados e rasgou, indevidamente, os nossos boarding pass dando-nos um bilhete novo com os assentos 27A e 27B.

    2º Porque os nossos boarding pass foram deitados para o lixo ficamos com esses bilhetes, mas como tinha em pdf os mesmos no telemóvel foram mostradas à chefe de cabine.

    3º Muito amavelmente a chefe de cabine tentou falar com a chefe de embarque que, mais uma vez e vindo pessoalmente disse que tinha vendido os lugares 11D e 11E porque eu não tinha comprado os lugares em complemento aos bilhetes.

    4º Eu não pedi os lugares, foram os que me deram no chek-inn e deviam ser esses os atribuídos a mim e à minha esposa.

    5º As minhas expectativas foram alteradas e indevidamente utilizadas pelo pessoal do Aeroporto, porque para não alterar a organização do avião ou ser posto fora como parecia que o desejavam, fui para os novos lugares, MUITO CONTRARIADO INFORMANDO QUE IRIA FAZER A RECLAMAÇÃO.

    6º De futuro a edreams, a Aegean e a TAP irão perder um cliente, bem como deixarão de ter muitos clientes porque irei dizer muito mal dos v/ serviços. Existem muitas outras companhias e eu gostava da edreams. Mas a culpa não é vossa, eu sei, é da TAP e da AEGEAN esses sim irão pagar pelo mau atendimento do pessoal ao Aeroposto de Atenas.

    7º Toda a viagem tinha decorrido na perfeição, com especial atenção para o Hotel e os Transfer. As primeiras viagens também atrasaram 1 hora para Munique, mas nunca fui tão mal tratado.

    8º Tambémd que dizer que o pessoal do Voo da TAP TP1003 foi muito simpatico e profissional.

    Agradeço que se informem, para, de futuro, nada disto acontecer com os outros clientes. comigo não

    Cumprimentos
    RUI RAMALHOSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code